Av das Nações Unidas, 12551 - 18º Andar WTC - Brooklin - São Paulo/SP

Tipos de Empresas Offshore: Guia 2024

Modelos e Estruturas de Empresas Offshore: Uma Análise Detalhada

O universo das empresas offshore é amplo e diversificado, abrangendo uma série de modelos jurídicos e operacionais que variam conforme a jurisdição e as legislações locais. Este artigo apresenta um panorama das principais formas de empresas offshore, detalhando suas características, benefícios e áreas de atuação.

  1. International Business Company (IBC)

    Também reconhecida por denominações como International Company (IC) e Authorized Company (AC), a IBC assemelha-se estruturalmente a uma sociedade anônima privada. Mesmo que suas transações não sejam de domínio público, possuem ações e um capital social definido. Predominantemente localizadas em paraísos fiscais, essas empresas não têm permissão para operar no país de registro. Países como Anguilla, St. Vincent, Nevis, Belize, Bahamas e Dominica possuem legislações específicas para a IBC, sobretudo no que se refere às obrigações contábeis. A flexibilidade operacional é uma das marcas da IBC, permitindo atuação com um único diretor e acionista, que podem ser a mesma pessoa. Além disso, são isentas de impostos, embora haja uma taxa anual de manutenção entre $500 e $1000.

  2. Private Limited Company (PLC)

    Diferindo das IBCs principalmente no aspecto da confidencialidade, as empresas PLC são amplamente difundidas e distinguem-se pela documentação registrada de forma oficial. Apresentam tributação reduzida e estão suscetíveis a auditorias. Dependendo da jurisdição, podem adotar siglas como LTD, S.A. ou Société Anonyme, variando de acordo com a nomenclatura local.

  3. Limited Liability Company (LLC)

    A LLC é a escolha favorita de muitas pequenas empresas, particularmente em virtude de seus benefícios fiscais. Originária dos Estados Unidos, esta estrutura também se faz presente em outros países anglófonos. Combina características das sociedades individuais e corporações, proporcionando flexibilidade operacional e proteção limitada contra responsabilidades. Em certas jurisdições, as LLCs usufruem de isenções fiscais, e seus rendimentos e despesas são reportados nas declarações de imposto dos proprietários.

  4. Global Business Company (GBC)

    Singular às Ilhas Maurício, a GBC necessita ter sua sede e gestão baseadas no território. Este tipo de empresa é sujeito a uma tributação local de 15%, mas se beneficia de uma taxa reduzida de 3% para rendimentos estrangeiros. Sua missão é potencializar o mercado global, sendo habilitada a conduzir operações financeiras e atividades variadas.

  5. Société à responsabilité limitée (SÀRL)

    A constituição da SÀRL exige entre 2 e 100 parceiros. Não há um capital social predeterminado, ficando a critério dos parceiros estabelecer conforme a envergadura da empresa. Sua estrutura é influenciada pelo direito civil alemão, assemelhando-se a outros modelos internacionais. Em nações lusófonas, é frequentemente designada como “Sociedade anônima de responsabilidade limitada”. Predominantemente francesa, a SÀRL é encontrada em países francófonos e lusófonos, como Luxemburgo, Mônaco e Macau.

Em resumo, o ecossistema das empresas offshore é complexo e multifacetado, com modelos ajustados às especificidades de cada jurisdição. Para explorar essas opções adequadamente, é essencial compreender suas nuances e particularidades.

Compartilhe seu amor

Atualizações da newsletter

Enter your email address below and subscribe to our newsletter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos aqui para te ajudar no que precisar, faça a sua pergunta aqui: