Av das Nações Unidas, 12551 - 18º Andar WTC - Brooklin - São Paulo/SP

Manutenção e Funcionamento de uma Holding: Guia Explicativo 2024

Manutenção e Funcionamento de uma Holding: Guia Explicativo 2023

No contexto empresarial contemporâneo, a figura da holding tem ganhado destaque. Tida como uma estratégia sólida de proteção patrimonial, ela pode assumir diversas configurações, como holdings puras, mistas, familiares, de participação e patrimoniais. Mas, uma vez estabelecida, como se dá a manutenção desse modelo de empresa? Vamos explorar detalhadamente o funcionamento e a gestão das holdings.

Definindo a Holding

Em um panorama geral, uma holding é uma entidade empresarial cuja principal função é deter o controle acionário de outras empresas, denominadas subsidiárias. Esse conceito, embora amplamente aplicado no mundo corporativo, também se faz presente no universo dos investimentos. Assim, uma holding assume o papel de centralizar a administração de bens e direitos que, anteriormente, estavam sob a posse de pessoas físicas. Dessa forma, indivíduos que antes detinham propriedades tangíveis e intangíveis se transformam em acionistas dessa holding, migrando seu patrimônio para uma estrutura jurídica.

Embora muitas vezes sejam estabelecidas com o propósito de gerir patrimônio familiar, as holdings podem ser constituídas por uma variedade de motivações.

Custos Associados à Criação de uma Holding

A fundação de uma holding envolve certos custos, que são cruciais para o planejamento estratégico. Estes variam conforme a natureza e o tipo da holding, incluindo:

  • Contratação de consultoria jurídica especializada;
  • Serviços de assessoria contábil;
  • Emissão de certidões e outros documentos necessários para a formalização;
  • Taxas relacionadas aos registros empresariais.

Gestão e Manutenção da Holding

Posterior à sua criação, a holding requer uma gestão ativa. Os gastos contínuos estão majoritariamente associados à tributação do patrimônio e à operacionalização da empresa. Legalmente, toda holding necessita de assessoria contábil, seja por meio da contratação de um contador ou de firmas especializadas, para gerir suas finanças e obrigações fiscais.

A holding tem o dever de atender a várias exigências, como a emissão periódica de declarações fiscais. Mesmo que a holding não gere receitas, a submissão dessas declarações, elaboradas com o suporte do profissional ou empresa contratada, é mandatória. O registro contábil meticuloso de todos os ativos e do patrimônio global da empresa é crucial para garantir os benefícios fiscais associados às holdings, um dos motivadores para sua criação. Dessa forma, a colaboração de especialistas é fundamental.

Quando é Indicado Estabelecer uma Holding?

A constituição de uma holding é especialmente vantajosa para aqueles que possuem um patrimônio considerável ou de natureza complexa. Estas estruturas não apenas proporcionam benefícios fiscais, mas também permitem uma gestão integrada e eficaz de múltiplos negócios e ativos. É essencial, contudo, realizar uma análise criteriosa, considerando os custos de implantação e manutenção em relação ao patrimônio envolvido, para determinar a viabilidade e os benefícios da criação de uma holding.

Compartilhe seu amor

Atualizações da newsletter

Enter your email address below and subscribe to our newsletter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos aqui para te ajudar no que precisar, faça a sua pergunta aqui: