Av das Nações Unidas, 12551 - 18º Andar WTC - Brooklin - São Paulo/SP

A Relevância da Governança Corporativa no Cenário Empresarial Global

A Relevância da Governança Corporativa no Cenário Empresarial Global

Em um mundo empresarial cada vez mais integrado e desafiador, a governança corporativa se apresenta como um dos pilares de sustentação das grandes corporações. Trata-se de um conjunto de práticas e protocolos que determinam a maneira como as empresas são geridas e controladas, principalmente no cenário internacional.

Governança Corporativa: O que é e por que é tão crucial?
A governança corporativa, em sua essência, diz respeito à forma como as empresas são dirigidas, monitoradas e administradas. É esse conjunto de práticas que permite uma gestão estratégica, garantindo a eficiência, lucratividade e continuidade dos negócios em cenários nacionais e internacionais.

Além disso, é a governança que define a resiliência das empresas em momentos de crise, seja ela financeira, política ou mesmo situações globais adversas, como a recente pandemia da Covid-19.

A Distinção Entre Sucesso e Queda no Mercado Internacional
A governança corporativa não é apenas um conceito teórico. De fato, empresas com aspirações internacionais devem ter sistemas de governança corporativa solidamente implementados para atrair investimentos, reter talentos e garantir a eficiência operacional. Mais do que isso, nNenhuma empresa se torna uma gigante altamente lucrativa sem princípios de governança corporativa implementados.

Dados da OMC corroboram essa visão, indicando que muitas empresas que tentam uma expansão internacional não conseguem se sustentar no longo prazo devido à falta de sistemas de governança eficazes.

Seis Princípios de Governança para o Futuro
Podemos destacar 6 princípios essenciais para uma governança corporativa eficaz:

  • Estruturação Jurídica e Societária: Construção de acordos de acionistas e estatutos que priorizem a lucratividade e continuidade do negócio.
  • Definição Clara de Responsabilidades: Estabelecer regras e responsabilidades claras em áreas como finanças, sucessão e patrimônio.
  • Decisões Estratégicas: Processos de tomada de decisão que visem sempre ao sucesso da empresa.
  • Gestão por Meritocracia: Priorizar a competência e capacidade gerencial na escolha do corpo administrativo.
  • Planejamento Tributário e Fiscal: Definir a natureza jurídica e fiscal da empresa visando o sucesso e a sustentabilidade.
  • Valores Corporativos: Adotar valores como transparência, ética e respeito nas relações diárias com todas as partes interessadas.
  • Em conclusão, a governança corporativa é mais do que um conjunto de boas práticas. Ela é a espinha dorsal que suporta a expansão, inovação e sustentabilidade das empresas no século XXI. Aquelas que a adotam com seriedade e estratégia certamente estarão melhor posicionadas no competitivo mercado global.

    Compartilhe seu amor

    Atualizações da newsletter

    Enter your email address below and subscribe to our newsletter

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Estamos aqui para te ajudar no que precisar, faça a sua pergunta aqui: